quinta-feira, 2 de março de 2017

Homem tem pênis e testículos arrancados

Nesta manhã de quarta-feira de cinzas (01) de março, por volta das 10h00min foi comunicado na delegacia de Grajaú pelo Sr. José Augusto, o desaparecimento de seu irmão de nome Luís Carlos Costa de Araújo vulgo; “Cambota”.
Segundo o irmão “Cambota” estava desaparecido desde o dia 27 segunda-feira de carnaval, o mesmo estaria em um Bar nas margens da MA-006 no povoado Fortaleza, sentido à cidade de Arame há 20 km de Grajaú, local onde foi visto por volta das 22h00min.


Depois do comunicado feito à policia dois policiais civis se deslocaram para a localidade conhecida como; Chácara do Querido, local onde o homem desaparecido morava com amigos um de nome João Ferreira Galvão vulgo: “João Peba” e Gilsione Alves do Nascimento vulgo: “Macumba”.


Os dois homens foram encaminhados para a delegacia, a fim de prestarem esclarecimentos sobre o desaparecimento de macumba, na condução dos dois durante o percurso entre o povoado e Grajaú nenhum dos dois suspeitos falaram nada, mas na delegacia de policia durante seu depoimento João Peba disse que; por volta das 02h00mim da madrugada “Macumba” chegou ao acampamento onde residiam, informando que teria assassinado “Cambota” e, jogado o corpo no Rio Santana.

Segundo João Peba “Macumba” executou “Cambota” com golpes de pauladas e depois teria jogado o corpo de cima da ponte no Rio.


Com as informações em mãos, a policia interrogou “Macumba” que continuou negando o crime e, afirmando que apenas viu “Cambota” sair da Chácara durante a madrugada. Depois de muito tempo de interrogatório o homem confessou o crime e, disse que não tinha raiva de “Cambota”, mas teria matado o mesmo por que amigos comentavam que  “Cambota” gostava de se relacionar com mulheres casadas.

Segundo o acusado ele teria matado “Cambota” com uma mão de pilão enquanto a vitima dormia, cerca de três pancadas na cabeça teria ceifado a vida de Luís Carlos vulgo “Cambota”. Ele disse ainda que depois do crime correu na casa de João Peba na madrugada acordando o mesmo, dando a noticia do assassinato e perguntando onde tinha sabão para lavar as mãos sujas do sangue de “Cambota”. João Peba disse não saber e logo em seguida “Macumba voltou para a fazenda e, teria pegado o corpo de Luís Carlos e colocado no carro de mão e levado ate à ponte do Rio Santana, no local antes de jogar o corpo da vítima no Rio, ele teria pegado um saco e com um facão cortado a bermuda de “Cambota” e segurando em seu pênis e, logo depois cortado os testículos com o pênis junto, ou seja; emasculou a vitima, após o ato ele confessou ter colocado os órgãos genitais do homem no saco e amarrado na cintura do mesmo e, só depois jogado o corpo nas águas.


Logo em seguida voltou para casa, até o momento em que foi descoberto, e agora se encontra preso à disposição da justiça. Na cidade de Grajaú cerca de 100% dos crimes de homicídios foram elucidados pela policia civil em 2017.




fonte:realidadenatela.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário